por aqui

(NÃO) faça o que você ama

Mas calmaaa….eu vou explicar!

Sabe essas frases com  fontes bonitas que aparecem toda hora no instagram hipster de alguém ou em algum mural do Pinterest?

1863a52d39f13311b61f2d5df3129f2b

Vamos falar um pouquinho sobre ela?

Hoje a gente tem uma urgência muito grande e uma corrente muito forte que o tempo todo nos estimula a correr atrás dos sonhos e fazer o que a gente ama, e nada além disso. São vídeos lindos no youtube o tempo todo, com aquela música indie e aqueles jovens inconformados da geração Y (ainda é Y??) deixando tudo pra trás e correndo atrás dos seus sonhos….

Mas quer saber? Eu acho que às vezes não dá pra fazer isso. Pelo menos não o tempo todo.

Na verdade eu acho que a gente tem que ter um pouquinho de cuidado com tudo que é lindo e perfeito demais por ai. Eu gosto de chamar de gerenciamento de expectativa. Porque em geral, demora um pouco mais pra acontecer com a gente, e ai a frustração é maior se você não souber gerenciar tudo no processo.

Fazer o que a gente ama full time é meio impossível. Impossível não, mas complicado. Pelo menos pra mim, porque mesmo que você esteja mega realizado no emprego dos seus sonhos, você tem aquele (desculpa a referência safadona) 1% de coisas que são chatinhas, mas fazem parte do processo. Mas a pressão de ter que estar super satisfeito fazendo o que você ama pode acabar te destruindo no caminho. Sei lá. Acho perigoso.

Acho que as coisas tem que ser muito mais sobre ter prazer em tudo que você está fazendo agora do que se forçar a fazer o que você ama a qualquer custo e se frustrar pelo caminho. 

Claro, respeitando as devidas proporções. Você não precisa ficar num emprego insuportável e massante, que não tem nada a ver com você, seus gostos e personalidade, e aprender a gostar dele só porque não da pra fazer o que ama tempo integral. Mas acho que dá pra buscar o equilíbrio entre o ideal e o que você realmente gosta, e ainda pagar as contas no final do mês. 

E gente, quem ama fazer só UMA coisa e vive exclusivamente dela?? Difícil, né? A gente (pelo menos eu) sempre quer fazer um monte de coisa, se envolver com milhões de projetos. Isso não quer dizer que você deixou de gostar das outras…sem contar tudo que a gente vai descobrindo pelo caminho, e se apaixonando, e mudando…..

Então, se eu puder te dar uma pequena sugestão: não seja tão literal. Se você já se encontrou e faz o que ama. Parabéns. Você chegou lá. Seu lindo. Se você sabe o que ama fazer, mas só consegue nas horas vagas: parabéns também. Continue. Divirta-se. Se você ainda não sabe nada sobre as coisas que você ama: tá tudo bem. É assim mesmo. Um dia você se encontra. 

Esse post não tem a intenção de desencorajar ninguém. Muito menos de desacreditar essa corrente. Também não é pra ser post motivacional. São apenas reflexões aleatórias, de quem tá nesse barco em busca de equilíbrio, assim como a maioria de vocês.

Boa jornada! 😉

 




Anúncios

4 comentários em “(NÃO) faça o que você ama

  1. Talvez o verbo esteja errado.
    Fazer é só uma pequena parte do nosso processo de construção e criação das coisas e da nossa história.
    Talvez o mais saudável seja “Be what you love” onde o fazer, pensar, sofrer somam num processo mais abrangente de satisfação pessoal.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s