por aqui

Sobre a hora de deixar pra lá

Tava aqui pensando em compartilhar algumas coisas que estou lendo, vendo e ouvindo quando veio a ideia de falar sobre as coisas que eu deixei pra la. Não vou falar exatamente sobre as coisas, mas sobre a “filosofia” por trás desse processo.

Na verdade eu tava refletindo sobre como é difícil pra mim às vezes assumir que uma coisa tá ruim sim e que eu preciso largar. Comecei a ler um livro e tava muito empolgada com ele, mas aquele bom e velho gerenciamento de expectativa não funcionou muito bem. Eu achei que o livro era ótimo, mas ele não é bem o que eu esperava. Já deu preguiça. Não quero continuar, mas ao mesmo tempo fico me forçando a terminar, só pra dizer que li tudo sim, ou porque de alguma forma eu acho que pode ficar melhor no final.

E ai eu termino. E o livro não ficou bom no final. Eu só desperdicei mais alguns dias e horas da minha vida numa coisa que eu já sabia que não tava boa, só porque eu não quis parar. E a mesma coisa já aconteceu com séries e filmes e com a vida. Porque se você estender esse processo pro resto das coisas que você faz, pode perceber que o mecanismo é o mesmo.

Quantas vezes você prolongou uma amizade ruim, um relacionamento mediano, um emprego que não te dava nenhum tipo de satisfação só porque “acreditou” que dava pra aguentar mais um pouco. Vai que melhora, né? E ai você vê que insistiu pra nada.

Às vezes tem até aquela surpresa, e as coisas melhoram, o final é surpreendente, mas a gente não pode trabalhar com exceções. Minha dica então? Para logo. Investe seu tempo em algo que seja bom desde o começo, que te de alguma segurança de que você pode continuar.

E olha bem, não to dizendo que só porque começou bem vai dar super certo não. LOST ta ai pra provar que as coisas podem ser maravilhosas no começo e se tornarem uma completa tragédia no final (melhor nem começar a falar sobre isso).

200_s

A única coisa que eu to dizendo pra mim e pra você, é que a gente não pode ter medo ou pena ou remorso de largar uma coisa na metade quando percebe que tá ruim, que não tem muito jeito, e que só vai piorar.

Não quero que esse post tenha um tom de autoajuda, mas só de um pensamento compartilhado mesmo. Porque tem me dado certa preguiça de algumas coisas, de alguns processos, de alguns filmes e algumas séries, e eu acho que todo mundo deveria aproveitar seu tempo só com o que vale a pena de verdade. Nossos dias já são curtos demais, não é mesmo?

giphy (1)

 

Anúncios

Um comentário em “Sobre a hora de deixar pra lá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s